Cristiane Poleto
Brasília DF - 20/01/2018

Destaques

Imprimir   Diminuir Fonte   Aumentar Fonte

Mesmo com a crise, mercado imobiliário segue aquecido no ano

16/03/09

Bookmark and Share

Procura por empreendimentos pela classe média sustenta ritmo da construção civil no país



O mercado imobiliário segue resistindo à crise, sustentado pelo consumo da classe média, que não parou de crescer mesmo com o agravamento da turbulência global. De acordo com dados divulgados pela Abecip (Associação das Entidades de Crédito Imobiliários) , o financiamento imobiliário com recursos da caderneta de poupança atingiu R$ 1,9 bilhão em janeiro, um crescimento de 17,45% sobre o mesmo mês do ano passado.



No primeiro mês do ano, os bancos financiaram 17.734 imóveis, número 3,85% maior que o de janeiro de 2008. Isso demonstra que o consumidor não desistiu de comprar imóveis, apesar do temor do desemprego, afirmou Celso Petrucci, economista-chefe do Secovi-SP (Sindicato da Habitação).



Ele admitiu que a crise abortou alguns lançamentos de imóveis no país, principalmente para as classes mais altas, que se retraíram com os problemas financeiros no mundo. Porém, segundo Petrucci, o setor não foi tão abalado como outras atividades, graças à forte demanda da classe média.



Essa é uma parcela da população que ficou por muito tempo sem capacidade de comprar a casa própria. De olho nesse nicho, o setor apostou em imóveis menores, com dois e três dormitórios.


 

Fonte: http://www.destakjornal.com.br/readContent.aspx?id=15,34897

Imóveis


Documento sem título Linked in
Especialistanet © 2011