Cristiane Poleto
Brasília DF - 23/09/2018

Destaques

Imprimir   Diminuir Fonte   Aumentar Fonte

Cartilha do Bom Negócio - A Compra de um imóvel usado deve ser feita com atenção

22/07/12

Bookmark and Share

Cartilha do bom negócio

A compra de um imóvel usado deve ser feita com atenção. Verificar itens como instalações elétricas, hidráulicas e todo o estado de conservação é uma medida necessária para evitar qualquer tipo de problema na aquisição


Adriano Cancian, diretor comercial da Lopes Royal, aponta os detalhes necessários para comprar imóvel sem ter prejuízo


Foto: Toninho Tavares

Adriano Cancian, diretor comercial da Lopes Royal, aponta os detalhes necessários para comprar imóvel sem ter prejuízo


Muitos consumidores consideram a compra da casa própria a realização de um sonho. No entanto, pela dificuldade envolvida o momento dessa conquista demora a ser alcançado. Como é de se imaginar, nada melhor do que morar no que é seu. Para isso, alguns cuidados precisam ser tomados na hora de fechar o negócio, principalmente se o imóvel for usado.


A pesquisa se torna fundamental no processo de busca pelo imóvel adequado. O consumidor precisa unir fatores que favoreçam a escolha para que encontre a satisfação. Encontrar preço justo e qualidade de moradia rende um longo trabalho, porém, nesse caso, a necessidade faz a força. Ao decidir pela aquisição de um imóvel que já foi habitado, o consumidor não pode deixar passar despercebidos detalhes que se tornam imprescindíveis. Além do valor do imóvel, o futuro proprietário precisa estar atento a algumas condições que envolvem a residência ou apartamento, tais como documentação, estrutura física do imóvel, localização, entre outros.


Todos os cuidados necessários devem ser seguidos com atenção, de maneira que futuramente o proprietário não venha a ter decepções e possíveis transtornos. Afinal, não se pode deixar que a o sonho vire pesadelo. As condições de moradia devem estar rigorosamente em dia, prontas para que o imóvel seja ocupado.


Cuidado nunca é demais

O diretor comercial da Lopes Royal, Adriano Cancian, aponta os detalhes necessários para tornar possível a compra do imóvel usado sem que haja prejuízo. Em primeiro ponto, ele destaca a documentação referente ao imóvel, assim como os papéis de quem está comprando e do vendedor também. De praxe, são verificados as certidões negativas da Receita Federal, as certidões de cartórios, as negativas de processo judicial, matrícula do imóvel e certidões negativas de débitos do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU).


Cancian explica que essa análise é uma ação preventiva, para não prejudicar nenhuma das partes envolvidas. “Nós analisamos o vendedor e olhamos todo o imóvel, até porque é o objeto de negociação. No caso do comprador, nós verificamos a idoneidade. Do ponto de vista da imobiliária, quando a gente faz a intermediação, a gente olha toda documentação de venda, pra dar segurança a quem está comprando”, resume.


Dentro da análise de compra, o diretor fala de outras características que devem sempre ser verificadas. O comprador precisa ficar atento à localização do imóvel. Notar se é um local de fácil acesso, verificar o comércio e se atende às necessidades da família. Até mesmo ter certeza do andar, em caso de apartamento. E independentemente do tipo de imóvel, sempre verificar as condições de conservação. Adriano Cancian alerta para as condições de pintura, rachaduras, infiltrações, e em caso de inadequações, sempre procurar saber o motivo das imperfeições com o vendedor.


Vale ressaltar que alguns cuidados podem variar para cada tipo de imóvel. Em relação à documentação, a análise é basicamente a mesma. Porém, diante de outras características, esses cuidados podem ser diferentes. A casa, por exemplo, merece uma atenção maior. Por ser uma estrutura de padrão individual, existem itens peculiares a serem vistoriados. Saber sobre manutenção, benfeitorias relativas ao imóvel, analisar a regularização dos documentos e IPTU, por exemplo, são procedimentos importantes que ajudam na hora da negociação.


Quanto ao apartamento, a padronização de estrutura exige menos cuidados. Algumas coisas não podem ser mudadas. Existe um controle de qualidade feito pelas imobiliárias do estado de conservação do imóvel, mas a documentação deve deve ser verificada com a mesma atenção que as residências térreas.


Atenção com a documentação

Por se tratar de um investimento a longo prazo e de grande valor, cada detalhe deve ser meramente observado. Uma vez que a compra de um imóvel significa mudanças e conquistas, não pode ser feita de qualquer maneira, apenas com o intuito de ter segurança de moradia, por exemplo. Pelo contrário: primordialmente, deve ser feito com consciência da responsabilidade dos encargos que o imóvel pode gerar.


Pedro Abdala, diretor da Business Brasil Imóveis, explica que além de toda a avaliação referente aos documentos e ao estado de conservação do imóvel, existe um outro documento fundamental que o cliente sempre deve procurar obter: a certidão de ônus. Trate-se de um resumo sobre todos os detalhes que envolvem o imóvel (hipoteca, penhora, usufruto) e quais atividades o proprietário desenvolveu por todo o tempo de uso.


Portanto, Pedro aconselha o cliente a sempre buscar informações sobre o documento junto ao corretor e até mesmo com a imobiliária para que, futuramente, não tenha nenhum tipo de problema com a regularização da casa ou apartamento. “O corretor deve ter em mãos a certidão de ônus para passar ao cliente, é isso que vai validar a compra do imóvel. É importante verificar os dados do proprietário, porque pode acontecer de ter problema com a Justiça e prejudicar o comprador. Além, logicamente, de verificar o estado interno do imóvel para detectar infiltrações, pintura e estrutura”, pondera.


O diretor ressalta a importância de fazer uma pesquisa ampla sobre os imóveis usados disponíveis no mercado. Ele assegura sobre a facilidade das condições de compra e financiamento, o que torna mais próximo o fechamento do negócio. Pedro afirma a possibilidade de conseguir um preço justo, mas para isso há a necessidade de pesquisar.


Imóvel novo ou usado?

O importante na busca para a aquisição é ter a certeza do que se quer. Conhecer as vantagens e desvantagens da compra, seja o imóvel novo ou usado, casa ou apartamento. O cliente deve encontrar algo no qual encontre satisfação.


O presidente da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (Ademi-DF), Adalberto Valadão, cita quais são as vantagens e desvantagens de adquirir esses imóveis. Sobre os novos, Adalberto analisa o fato de nunca ter sido habitado, o que diminui a chance de gastos com manutenção, além da arquitetura de ponta utilizada pelas construtoras, prontas para atender às necessidades da família. Sobre o imóvel usado, a desvantagem está nos gastos da manutenção, algo natural, ao considerar o fato de já ter sido habitado e pelo longo tempo de uso. O imóvel pode demonstrar desgastes nas instalações das partes elétrica e hidráulica e pintura.


Contudo, Valadão mostra como deve ser feita a busca por este imóvel. “É importante que o cliente pesquise a região onde quer morar ou investir. E, principalmente, quanto pretende e pode gastar com a compra. Busque informações sobre a construtora ou incorporadora que fechará o negócio. Evite propostas com descontos absurdos e certifique-se do que está incluído no valor do acordo. A conversa é a melhor forma de se fechar um negócio”, conclui. 


Fonte: PAULA MORAIS, Jornal da Comunidade

Fonte: http://comunidade.maiscomunidade.com/conteudo/2012-07-21/imoveis/7702/CARTILHA-DO-BOM-NEGOCIO

Imóveis


Documento sem título Linked in
Especialistanet © 2011