Cristiane Poleto
Brasília DF - 23/09/2018

Destaques

Imprimir   Diminuir Fonte   Aumentar Fonte

HORA É BOA PARA COMPRAR IMÓVEIS, GARANTE ADEMI (GO) E CEF

22/10/08

Bookmark and Share

 


HORA É BOA PARA COMPRAR IMÓVEIS, GARANTE ADEMI (GO) E CEF


 Condições de financiamento na Cef não mudaram e ritmo de obras continua normal

Mariza Santana


Quem deseja comprar seu imóvel não deve postergar o negócio em função das incertezas provocadas pela crise financeira mundial, pois se trata de um bem durável. As obras do setor imobiliário não foram afetadas e continuam sendo tocadas no mesmo ritmo em Goiânia.

Além disso, a Caixa Econômcia Federal (CEF), instituição responsável por cerca de 70% dos financiamentos habitacionais concedidos no Estado, mantém inalteradas as condições de taxas de juros e prazos, e as contratações seguem fluxo normal.

A garantia foi dada ontem pelo presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Goiás (Ademi-GO), Ilézio Inácio Ferreira, e pelo superintendente regional da CEF, Moacyr do Espírito Santo, durante reunião com gerentes da Caixa e representantes de incorporadoras.

Financiamentos

Na ocasião, Moacyr do Espírito Santo informou que estão em análise na Caixa novos projetos de 60 empreendimentos, no valor e R$ 700 milhões, que podem ser contratados ainda este ano ou no início de 2009. “Os números mostram o aquecimento do setor”, garante .

De janeiro a setembro último, lembrou, foram liberados R$ 630 milhões para financiamentos habitacionais, em Goiás. Mantendo a mesma tendência, a previsão é fechar o ano em torno de R$ 850 milhões, com crescimento de 40% a 50% sobre o resultado de 2007.

A Caixa dispõe de recursos para financiar a habitação e, portanto, assegura, não haverá falta de crédito. A captação da poupança, uma das fontes de recursos, tem sido crescente nos últimos meses. Outra fonte é o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Os juros dos financiamentos habitacionais com recursos da poupança são a partir de 8,09% ao ano mais Taxa de Referência (TR), e aqueles bancados pelo Fundo de Garantia têm taxa média de 6% ao ano.

Longa maturação

O presidente da Ademi-GO, Ilézio Ferreira, ressalta que o setor da construção trabalha com um produto de longa maturação. Os empreendimentos levam em média 36 meses para serem produzidos e vendidos. Antes disso, a aquisição da área e a elaboração do projeto demandam em torno de dois anos. Por isso, as obras estão sendo tocadas normalmente.

Os lançamentos previstos para o primeiro trimestre de 2009, acredita, também devem ser mantidos. Já os projetos planejados para o segundo trimestre do próximo ano vão depender da reação do mercado. “Vamos ver como a crise afetará o nosso cliente final, que é o comprador”, diz.

Entretanto, ele garante que quem está pensando em comprar um imóvel agora, seja para moradia ou investimento, não deve simplesmente desistir do negócio por causa do noticiário da crise.

A recomendação é avaliar a proposta, a capacidade de pagamento e tomar todos os cuidados que são fundamentais em qualquer época, mais ainda em tempos de incertezas, como agora.


Pesquisa indica nível de oferta


A mais recente pesquisa do mercado imobiliário de Goiânia, encomendada pela Ademi-GO, referente a agosto, apontou 1.250 unidades habitacionais lançadas naquele mês, entre casas e apartamentos, contra 40 no mesmo mês de 2007. Em agosto, estavam disponíveis no mercado 10.193 imóveis, enquanto 409 foram comercializados.

Ilézio Ferreira descarta possíveis demissões no setor. Segundo ele, uma pequena freada no ritmo pode ser até benéfica, diante do aumento dos preços de cimento e aço provocado pela demanda aquecida, e da carência de mão-de-obra especializada. Ele acredita que a posição da Caixa, de manter inalterados juros e prazos dos financiamentos habitacionais, deverá ser seguida por instituições financeiras privadas - Bradesco, Itaú e Unibanco - que aumentaram suas taxas de juros depois da eclosão da crise financeira. (MS)


 Fonte: Profissionais do Texto, Bernardo Brandão, assessoria de imprensa

Fonte:

Imóveis


Documento sem título Linked in
Especialistanet © 2011