Cristiane Poleto
Brasília DF - 19/11/2018

Destaques

Imprimir   Diminuir Fonte   Aumentar Fonte

Taguatinga: CIdade autônoma e Acolhedora

29/05/11

Bookmark and Share

Cidade autônoma e acolhedora


Satélite é cobiçada por moradores e investidores por ser uma região com excelente infraestrutura. As construtoras reconhecem que, apesar de não haver muito espaço para construir na região, o mercado imobiliário da cidade está mais valorizado do que nunca



Tamanho da Fonte     SARA BUENO

ssouza@jornaldacomunidade.com.br
 Redação Jornal da Comunidade




O Top Life Taguatinga, que está sendo construído pela MRV Engenharia, é um empreendimento de alto-padrão na cidadeO Top Life Taguatinga, que está sendo construído pela MRV Engenharia, é um empreendimento de alto-padrão na cidade

Taguatinga já foi o refúgio dos trabalhadores que vieram construir Brasília. Hoje, é um dos principais centros comerciais do DF e abriga cerca de 243.575 habitantes.

Juliana Freitas, 24 anos, nasceu e foi criada em Taguatinga. Diariamente vai ao Plano Piloto estudar e trabalhar, mas ao fim do dia anseia voltar para a cidade. “É um lugar acolhedor. As pessoas se conhecem e mantêm uma relação de vizinhança”, explica a jovem.


Taguatinga é uma cidade independente em infraestrutura e em recursos financeiros. “Lá tem tudo, escolas, faculdades, bons hospitais, igrejas de todas as denominações, opções de cultura e comércio variado”, destaca Juliana.


Rogério Oliveira, diretor comercial da Lopes Royal, exalta a importância econômica de Taguatinga. “É uma influência sobre uma população de mais de 1 milhão de pessoas, entre moradores e frequentadores”, afirma.


A Lopes Royal lançou no final de dezembro o Reserva Taguatinga, com três condomínios, os Residenciais JK, Esplanada e Itamarati. Mais de 500 unidades foram vendidas e há apartamentos à venda. São imóveis de dois a três quartos a partir de R$ 170 mil. No final de junho e no início de julho a empresa inaugura novos empreendimentos. “Nós temos investido muito em Taguatinga. Devemos realizar oito lançamentos até o final do ano”, anuncia Rogério.


Em 2010 a Lopes Royal, em parceria com a PDG, inaugurou o Taguá Life Center, um empreendimento com apartamentos e lojas e salas comerciais. “Quase todas as unidades foram vendidas em um único final de semana. Nunca em Taguatinga foi feito um lançamento tão grande”, declara o diretor comercial.




A empresa tem projetos de construção, tanto comerciais quanto residenciais, nas quadras CNB 6 e CSA. Apesar de reconhecer Taguatinga como um mercado interessante para as construtoras e incorporadoras, Rogério revela que ela está saturada. “Não tem muito espaço livre”, observa.


A razão para a cobiça por um cantinho na cidade é por ser um centro comercial e pela infraestrutura. “Taguatinga tem comércio variado, boas escolas, hospitais, estação de metrô e vias como a EPTG e a Estrutural, além de fácil acesso a outras satélites”, ressalta Rogério. Ele descreve o perfil de quem procura morar em Taguá como jovem, dos 20 aos 40 anos, normalmente casado, com um ou dois filhos.


 



Independente e com infraestrutura consolidada, Taguatinga não para de crescer e atrai empresas e novos moradoresFoto: Getúlio Romão/ CedocIndependente e com infraestrutura consolidada, Taguatinga não para de crescer e atrai empresas e novos moradores


Ele acrescenta que, apesar de o comprador, na maioria das vezes, ser morador, o número de pessoas que compram para investir tem aumentado. “É uma proporção de 65%,70% a 30%,35%”, informa.

Devido à alta demanda, o m2 varia de R$ 4 mil a R$ 6 mil, dependendo do local. “Quanto mais perto do Pistão e das comerciais norte e sul, maior o preço do apartamento”, diz. O aluguel varia de 0,5% a 0,8% do valor do imóvel.


Pâmela Lourdes, 22 anos, mora na cidade desde que nasceu. Hoje reside em Taguatinga Centro, em um apartamento de três quartos. “O lugar é muito bom, tem tudo perto”, diz.


A MRV Engenharia investe em construções no entorno de Brasília desde 2004 e já lançou 16 empreendimentos na região, em um total de 6.370 unidades. “O entorno das grandes capitais brasileiras representa, hoje, o vetor de crescimento da construção civil, em especial no segmento econômico, em que a MRV atua”, destaca José Melo, diretor comercial da MRV Engenharia na regional Centro-Oeste.


Em Taguatinga a empresa está construindo o Top Life Taguatinga, o Altos de Taguatinga I, o Altos de Taguatinga II e o Boulevard Taguatinga. A construtora tem dois pontos de vendas na cidade.


A Silco Engenharia é parceira da MRV na construção dos Altos de Taguatinga I e II. Wesley Alcântara, analista de marketing da empresa, explica que o empreendimento é o primeiro endossado pela Silco em Taguatinga, e exalta as qualidades da cidade. “Taguatinga é um polo econômico em ascensão”, afirma.



Fonte: Jornal da Comunidade

Fonte: http://comunidade.maiscomunidade.com/conteudo/2011-05-28/imoveis/98881/CIDADE-AUTONOMA-E-ACOLHEDORA.pnhtml

Imóveis


Documento sem título Linked in
Especialistanet © 2011