Cristiane Poleto
Brasília DF - 22/07/2018

Destaques

Imprimir   Diminuir Fonte   Aumentar Fonte

Imóveis de encher os olhos

23/05/11

Bookmark and Share

Imóveis de encher os olhos


Imóveis são mais valorizados se forem fotografados corretamente. Um ângulo muda a perspectiva do local. Ao visualizar as imagens, compradores têm a noção exata de como ficará a futura residência



Tamanho da Fonte     FAGNER LACERDA

flacerda@jornaldacomunidade.com.br
 Redação Jornal da Comunidade




Imagem não é tudo. Mas quando se trata de vendas a compra começa pelos olhos. Uma boa imagem pode substituir todas as palavras.




Alguns publicitários colocam a imagem como 99% da motivação para procurar um produto. Quando se fala de imóveis, a fotografia é importante ferramenta para atrair os compradores. Num mercado cada vez mais competitivo, escolher o melhor ângulo pode determinar quem sairá na frente. “Executamos fotografias dos empreendimentos nos diversos estágios da obra, deixando-as disponíveis no site da empresa. A valorização decorre do sentimento de segurança na incorporadora. Os compradores visualizam a evolução da construção e notam a transformação daquilo que um dia foi simplesmente um acordo comercial em sua futura residência”, afirma Bruno Lima Goretti, gerente de Engenharia da Brasal Incorporações.




A valorização do imóvel mostra o sentimento que as empresas querem passar sobre a projeção. No início do empreendimento não existem fotografias do prédio. As imagens são intercaladas entre o real, são mostrados os lugares, proximidades e o criativo. “Para valorizar o imóvel através da perspectiva humanizada, é necessário que a imagem seja apresentada com formas, cores, sombras e padrões de acabamento que se aproximem o máximo da realidade. Para isso, profissionais envolvidos no desenvolvimento dos projetos, especificações de materiais e geração das imagens digitais devem ser qualificados, cuidadosos e atenciosos”, explica.




A fotografia registra a localização real do empreendimento. Nela estão ressaltados os principais pontos positivos de uma boa vizinhança para quem compra o imóvel para morar ou sugerem oportunidades de negócios futuros para aqueles que compram para investir.




Nos novos empreendimentos sem recurso da imagem digital, os empreendimentos seriam apresentados ao mercado em planta baixa, que é a representação reduzida, em duas dimensões, do imóvel comercializado. “Dificilmente o leigo conseguiria visualizar as informações de uma representação em planta, raciocinar e transformá-la em uma imagem com três dimensões”, disse.

Com perspectivas desenvolvidas para o mercado imobiliá-rio em alta definição, o comprador pode visualizar com maior clareza como será sua futura aquisição. Uma ferramenta fundamental para o trabalho das imobiliárias e corretores de imóveis.




“A imagem vem retratar com a maior realidade possível como vai ser o imóvel. Com perspectiva de ocupação em uma leitura de imagem de um possível ambiente com modelo de arquitetura proposto pela empresa. Uma das áreas mostradas para valorizar o empreendimento são as fotos de áreas comuns”, explica Fabrício Garzon, diretor-presidente da Imobiliária MGarzon Eugênio.


 


Detalhes são importantes


 



Nos imóveis prontos as empresas buscam valorizar os espaços mas sem esquecer os detalhes. Um apartamento bem decorado traz para os futuros proprietários exemplos de como ficará a residência. Muitos acabam buscando os arquitetos decoradores para pedir as mesmas disposições. “O escritório de decoração sugere móveis para fechar o ambiente. Os ambientes decorados enaltecem os detalhes. Há vários layouts ‘pré-pensados’. Muitas vezes o arquiteto faz a decoração pensando na fotografia para divulgação do próprio trabalho”, diz.



A escolha da fotografia é feita por uma equipe de marketing e divulgação. Normalmente as construtoras já encaminham as melhores fotos para as imobiliárias com o “sentimento” que deve ser passado aos investidores. Sabendo o que a empresa quer divulgar, a imobiliária traça o plano de marketing. “A seleção das fotografias é feita em conjunto com a construtora. Mas qual vai ser escolhida depende do que a empresa quer mostrar”, diz Fabrício. “Esta á parte boa da história. Como tratamos com excelentes profissionais, temos sempre muitas opções de escolha. Normalmente, a fotografia escolhida é a que apresenta a melhor adequação à campanha publicitária”, completa Bruno.




Algumas imobiliárias contratam profissionais para realizar as fotografias dos ambientes fechados. O fotógrafo, em entendimento com as empresas, tenta expressar o que a campanha publicitária precisa dizer. Júlio Dutra, fotógrafo, prepara seu equipamento de acordo com que é acertado entre as partes. A escolha da lente, do flash e iluminação adicional a ser utilizada vai depender do que deve ou não ser valorizado para alavancar as vendas. “Existe, por exemplo, uma lente chamada grande angular que valoriza o espaço. Na fotografia a gente pode valorizar também os detalhes e a decoração. Isso deve ser acertado com o cliente (incorporadoras ou imobiliárias).Pode ser uma sala, um loft”, informa o profissional.




O ângulo escolhido também valoriza o ambiente. “Normalmente mostramos um ângulo lateral. Procuro detalhes ao redor do edifício para valorizar o imóvel. Fotografei uma área em Fortaleza onde não tinha nada e o arquiteto projetou no computador um prédio. Então, nisso também a fotografia é importante”, analisa.


Fonte: http://comunidade.maiscomunidade.com/conteudo/2011-05-21/imoveis/97906/IMOVEIS-DE-ENCHER-OS-OLHOS.pnhtml

Imóveis


Documento sem título Linked in
Especialistanet © 2011